Postagens

Mostrando postagens de 2013

Concierge Service: Doha, Dicas para um Stopover!

Imagem
Os voos operados pela Qatar Airways, para diversas cidades do mundo, exigem um stop em Doha, mesmo que só para conexão.
Após horas de voo, chegamos a um destino que, talvez, nunca fora a nossa prioridade na lista de visitas turísticas ao redor do mundo...
Bem! Por que não optarmos por ficar uma ou duas noites nesta cidade que impressiona? Afinal é uma oportunidade para nos abrirmos às novas culturas ou até mesmo o momento especial para dar uma descansada dos longos voos.
Começamos a falar do Qatar pelo voo da Qatar Airways. Partindo de São Paulo, o voo dura 14 horas. A companhia é pontual, tem um bom atendimento dos comissários, porém o avião, neste caso um Boeing 777, oferece uma configuração de assentos muito apertada na classe econômica o que torna o voo muito cansativo.
A chegada em Doha também é meio caótica, sobretudo entre junho e setembro, quando o calor chega a 45 graus. O aeroporto não possui "finger" (aquela ligação entre o avião e o terminal) o que obriga os pa…

O Programa Cliquish Foi a Doha no Qatar!

Imagem
A Arte da Gastronomia em Doha!
Dentre os vários assuntos sobre a cidade de Doha, a próxima edição do programa Cliquish vai falar, inclusive, do renomado restaurante "Market by Jean-Georges".
Este centro gastronômico foi inspirado nos tradicionais "souks" árabes. Jean-Georges junta a cozinha internacional com os sabores exóticos locais.
O ambiente não poderia ser mais sofisticado, dentro do moderno W Hotel, o mesmo hotel que possui a balada mais 'top' de Doha.
A galera é cosmopolita, a comida segue a linha dos grandes restaurantes internacionais com pratos que agradam à todos os paladares, sempre bem apresentados, em porções perfeitas, cuidadosamente preparados no quesito balanceamento dos temperos e tempo de cozimento. O atendimento é nível 6 estrelas, com especial atenção do nosso garçon, quase privé, o filipino Mac Herbie Gamiao quem merece nosso muito obrigado!
Em breve tudo de exclusivo que Doha, no Qatar, pode oferecer. Fique ligado na progra…

"Lounging" em Nova York

Imagem
Você é amante dos lounge bars? Está em New York? Quer tomar um drink com uma deslumbrante vista panorâmica de 360 ​​graus? Quer apreciar o pôr do sol sobre o Rio Hudson? Quer dar uma pinta em um dos lugares mais "chics" de Manhattan?
Então vá ao rooftop do Gansevoort Meatpacking NYC, um luxo de hotel no vibrante Meatpacking District.
Aqui você vai curtir a boa musica, o ambience, a frequência de gente bonita.
Bom para drinks e comidinhas. Mas não se esqueça do "dress code", ou será barrado na porta. 
por ROBERTO CHRISTO

Hotel Capsula na Ásia

Imagem
Os hotéis capsulas são comuns em Tóquio devido ao pouco espaço que a cidade oferece para acomodar sua grande população.
Como tudo neste país funciona muito bem, caso o viajante procure economia na hospedagem em Tóquio, eles se tornam uma ótima opção, principalmente se escolhido algum estabelecimento com boa localização.
O Shinjuku Kuyakushomae Capsule Hotel Tolyo fica na região mais nobre da cidade: Shinjuku. O hotel fica a alguns minutos do Santuário de Hanazono e próximo do Takashimaya Times. Há Wi-fi de graça. Os banheiros são coletivos, no mais alto nível, incluindo artigos de higiene pessoal e secador de cabelo.
Já popular no Japão, o hotel cápsula pode, também, criar raízes em Hong Kong. Eric Wong, diretor-gerente do Galaxy Stars Ltd., levou o conceito para a ilha a fim de oferecer alojamento barato.
Cada cápsula mede cerca de 90 por 180 centímetros, confortável para um adulto pequeno, mas podem ser adaptados para outros tamanhos.
Por enquanto, Wong só tem um showroom das c…

Royal Air Maroc - São Paulo, Bresil - Nouvelle destination

Imagem
A Royal Air Maroc, empresa aérea do Marrocos, retomará a operação de voos para o Brasil, após mais de vinte anos ausente do mercado brasileiro.
Agora, vai ligar São Paulo - GRU Airport, ao invés do Rio, à Casablanca.
Famosa por praticar preços baixos, a companhia tem seu voo inaugural marcado para 09 de dezembro de 2013. Serão três voos por semana operados pelo Boeing 767-300ER.
São Paulo terá mais uma opção para voar ao Norte da África, Europa e Oriente Médio, uma vez que a Royal Air Maroc tem uma vasta malha aérea partindo de Casablanca. 
por ROBERTO CHRISTO

Mercado Aéreo

Imagem
Nos últimos anos, o número de empresas aéreas voando para o Brasil aumentou expressivamente. Isto porque as companhias vêem nosso mercado como um polo crescente.
Tivemos a Qatar Airways, Emirates Airlines, a China Air, a Singapore Airlines, Etihad Airway (com sede em Abu Dhabi) e a Ethiopian Airlines (com sede em Adis Abeba, Etiópia).
A Agência Nacional de Aviação Civil acaba de conceder autorização à Asiana, empresa da Coreia do Sul, para operar no Brasil. Outras empresas como a Air Algérie (Argélia), Royal Air Maroc (Marrocos), Arik Air (Nigéria), AirBerlin (Alemanha), Lot Polish Airlines (Polônia) e Aruba Airlines aguardam autorização.

por ROBERTO CHRISTO

A Ethiopian Airlines já está voando para o Brasil

Imagem
A Ethiopian Airlines, companhia aérea que mais cresce na África, tem o prazer de anunciar que agora voa para a América do Sul, seu quinto continente nas rotas aéreas.
Desde 1 de julho de 2013 a companhia aérea está ligando Addis Ababa à São Paulo e Rio de Janeiro, com uma parada em Lome, Togo. Os vôos da Etiópia para o Brasil são operados três vezes por semana.
A inclusão de São Paulo e Rio de Janeiro à sua malha trará o número de 74 destinos operados pela empresa. Os voos representam a única ligação entre a África Ocidental e o Brasil, e também a primeira companhia aérea a voar para o Brasil com o novo 787 Dreamliner.
Por ROBERTO CHRISTO

Concierge Service: Marrakech, Dicas Imperdíveis!

Imagem
Um lugar que reúne, em pequenas distâncias, o fascínio, o exótico, o mundo muçulmano. Esta é Marrakech, cidade ao centro-sul do Marrocos e uma ótima opção para se conhecer a cultura islâmica contando com hotéis e restaurantes de altíssimo nível.
Fundada no século 11, Marrakech teve tempos de apogeu, como a ocupação moura na Península Ibérica, alternados por guerras e invasões. Até os anos 1950, o Marrocos sofreu a influência de colonizadores espanhóis e principalmente franceses, que ainda dominam o país cultural e economicamente.
Por outro lado, um traço marcante de Marrakech é sua ligação com as tribos berberes, como são conhecidos os povos nômades do interior. A cidade tem belos jardins, os de Aguedal reúne todo tipo de árvores de frutas e os da Menara que pertencia aos sultões, tem um lago artificial onde se reflete a imagem de um lindo pavilhão do século XIX. Tem também o famoso souk, mercado para os ocidentais, onde homens em roupas típicas e mulheres de véu, vende…