Japão: As belezas do Tour ao Monte Fuji, Hakone & Lago Ashi




O Japão encanta por sua beleza natural, seu povo sorridente, hospitaleiro, educado e de uma disciplina exemplar. Em artigos anteriores, já falei um pouco sobre a experiência na megalópole, Tokyo. Caso queira conferir clique aqui.

A partir de Tokyo ou Kyoto, há uma variedade enorme de passeios interessantes para se conhecer um pouco deste país impressionante. Falemos hoje de um tour para ilustrar os atributos naturais da terra nipônica: o Tour ao Monte Fuji, Hakone & Lago Ashi.

Como estávamos em Tokyo e íamos para Kyoto, decidimos inserir este passeio no caminho entre essas duas cidades. Já havíamos, previamente, reservado os serviços através da Kangaroo Tours, de São Paulo. Aliás, esta é uma operadora que super recomendo! Minha classificação é nota 1000, pelo atendimento exclusivo, bem como a confiança nos produtos, a cordialidade de todos e os bons preços!

Propositalmente, já estávamos hospedados no hotel Shinjuku Washington, ponto para pick up dos passageiros. Na noite anterior ao passeio, recebemos um bilhete no nosso quarto informando que deveríamos estar às 07:50, do dia seguinte, no balcão de tours do lobby do hotel, portando todas as bagagens e documentos. Às 08:05 uma guia iria nos acompanhar até o ônibus, na porta do hotel.

Sem atraso de nenhum minuto, lá estávamos nós: seguindo uma senhorinha simpática que nos indicou o ônibus a tomar e explicou que aquele transporte nos levaria ao terminal rodoviário da companhia.

Chegamos ao terminal e nos indicaram o balcão que deveríamos nos dirigir, lá despachamos as malas e eles as etiquetam com o nome do hotel de Kyoto. Antes desse processo, uma guia recomendou levar nas mãos, um casaco, pois mesmo no verão extremo, as temperaturas no alto do monte são baixas.

Após embarcarmos no ônibus, a guia se apresenta e começa a narrar os pontos a serem visitados naquele dia.  Todos falam um inglês de fácil compreensão. Não pensem que haverá guias falando português, apesar de ser possível contratar um! Porém, só valeria a pena se fôssemos um grupo grande, uma vez que o preço é alto. 

Ao deixar a região metropolitana de Tokyo, já temos um belo cenário com bastante verde, montanhas e tímidas quedas d'água. Seguimos em direção sul e depois há um desvio para se chegar à  5ª Estação do Monte Fuji, ou seja o ponto máximo que se chega de carro ou ônibus. Isso equivale a 2.300 metros de altura nesta formação rochosa que é um vulcão inativo desde 1707. Apesar do monte ter quase 3.800 metros de altura, para se subir além da 5ª estação, você precisa ser um alpinista. 

Quando estávamos prestes a atingir o ponto máximo, percebemos que o ônibus parou. Fomos checar e havia um trânsito intenso e parado, mas em apenas 3 minutos já estávamos em movimento, novamente! Os coletivos tem prioridade de passagem e tivemos o caminho livre. Paramos para tirar fotos e visitar o Centro Turístico do Monte Fuji. 

De volta ao ônibus, descemos em direção a Hakone para um almoço em um hotel. A comida japonesa é sempre deliciosa, mesmo as servidas para os turistas dos tours.

À tarde seguimos para um passeio de barco no Lago Ashi, a brisa e o silêncio trazem um ambiente de paz. No caminho para pegar o barco, vimos o Monte Fuji de longe, acho que foi até mais bonito que a visual a partir dele. 

Terminado o mini cruzeiro, seguimos ao ponto para tomarmos o  teleférico do Mt. Komagatake.  Já era final do dia e o sol ainda brilhava, o céu era de um azul radiante. Apreciar a beleza de Hakone foi incrível, a vegetação ao redor, os diversos montes ao fundo e o lago aos pés formam um panorama que pode ser considerado o ponto alto do passeio. 

Ao fim do tour, fomos levados para a estação ferroviária de Odawara, onde embarcamos no moderníssimo Trem-Bala. 

O nosso próximo destino no Japão será Kyoto, mas deixarei para um novo post!

Fiquem ligados e obrigado!

por ROBERTO CHRISTO


Fotos:









Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Concierge Service: Doha, Dicas para um Stopover!

Kangaroo Tours na Travel Week! Muito mais do que luxo.

Talamanca, a Bola da Vez de Ibiza